KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA

KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - COMUNHÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA -

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Às margens dos rios de Babilônia...


O salmista quando no tempo de cativeiro chorou... ( ch-orou): 
Às margens dos rios de Babilônia, nos assentávamos chorando, lembrando-nos de Sião.
Nos salgueiros daquela terra, pendurávamos, então, as nossas harpas,
porque aqueles que nos tinham deportado pediam-nos um cântico. Nossos opressores exigiam de nós um hino de alegria: Cantai-nos um dos cânticos de Sião.
Como poderíamos  cantar um cântico do Senhor em terra estranha?"

Salmos 137:1-4

A história de todos nós tem tudo a ver com o local e objetos que envolvem nossa vida. Você é o local que nasce, a atmosfera que envolve esse lugar, as formas e cores, os objetos e claro, principalmente, as pessoas. Não se apaga uma história... ela tem uma força comunicativa enorme. Romper com a história de nossa vida é passar por cima de tudo que nos formou. Nesse texto, vemos que o povo de Israel estava vivendo um momento doloroso. Lhes foram tirado o direito de viver sua própria história... esta inclusive, com uma bagagem, exageradamente, sobrenatural. Havia um Deus envolvido nisso tudo! Uma vontade soberana... 
Poeticamente, o salmista exclama: Às margens do rio de Babilônia... ali, naquele lugar espaçoso, que poderia emitir vida, porque água é vida, emitia na verdade, tristeza, luto, perdas e muito choro... era água no rio e água nos olhos. Parecia até um lugar profético!
O povo de Deus sofria pelas escolhas erradas... em meio ao caos do cativeiro não conseguiam cantar. Mas seus oponentes sabiam que a música, o louvor deles além de bonito era abençoador. Eles não queriam o Deus de Israel mas queriam, sua música, sua alegria. 
Agora a pergunta que não quer calar: "Como cantar em terra estranha? Todo mundo sabe que a ligação de Israel com terra é algo forte demais! É muito espiritual! Afinal, toda a relação de Deus com eles estava ligada à promessa de uma terra que manava leite e mel. E essa relação é eterna... ou seja, não parou no tempo. 
Pense num coração impedido de adorar? Impedido de cantar, de se alegrar... a questão era geográfica, também, mas muito mais, espiritual. A geografia é muito importante dentro da vontade de Deus, pois quando ele determina um lugar para manifestar-se, outro não será possível. E como naquele momento havia a ideia de um Deus nacional... isso é perfeitamente entendido. 
Bem, houve o momento de choro, de saudade e de  arrependimento. Cativeiro não é algo permanente!
O tempo de choro cessou! 
Porém, o que era tão negro na realidade do povo tornou-se  parte de sua história. Quem sobreviveu ao cativeiro teve o que contar e melhor, teve o que cantar! 
Se você estiver vivendo um cativeiro, busque a presença de Deus em oração e arrependimento...chore às margens do seu rio. Deus destruirá o cativeiro e você voltará a viver as promessas de Deus. 
Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

Nenhum comentário:

KOYNONIA - DESTAQUES DO MÊS

Deus pensou em você!





Deus pensou em você!
Na manhã de hoje...Deus pensou em você. Não diferente de ontem, precisamente ele calculou todos os riscos possíveis, que você correria neste dia, sem a intervenção dele em sua vida.
Pensou em que circunstâncias Ele teria que atuar a seu favor e através de você, com a legítima vontade de lhe abençoar.
Programou sua agenda de forma que seus sonhos se realizassem e suas expectativas fossem atingidas. Porém, observou que partes do dia ,várias vezes, (onde lhe deu liberdade de ação )você teve oportunidade de pedir ajuda e não o fez...e então conclui que por mais bem ele o fizesse e por mais bênçãos o desse, ainda assim,partes de suas escolhas seriam sem consultá-lo. Que pena! Sofrimentos poderiam ter sido evitados, dores não sentidas, frustrações não ocorridas e derrotas não vivenciadas. Porém, só assim você entendeu, já no finalzinho do dia, que era mais sensato e inteligente e bem menos dolorido, ter dito: Pai, me ajude... Mas amanhã é outro dia e tudo pode ser diferente. Já é tarde, Ele continua a te proteger e esperar a tua manifestação de filho. Seja sensato e não vá pra cama sem falar com Deus .Uma oração por menor que seja, poderá fazer uma grande diferença em sua vida.
"Que Ele cresça e que você diminua..."
(parafraseando- João Batista)
Deus te abençoe!
Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães.