Capa,sandália e cajado… instrumentos de fé.

gif cruz “São estas as festas fixas do Senhor, as santas convocações, no seu tempo determinado. No mês primeiro, aos catorzes do mês, no crepúsculo da tarde, é a páscoa do Senhor”.Êxodo23.14,15; 34.18; Dt 16.1a 8

Convém uma pequena recapitulação das circunstâncias em que Israel se encontrava. Fazia, talvez, mais de 300 anos que a nação vivia na escuridão. Deus havia mandado nove pragas sobre os Egípcios, enquanto poupava Seu povo. O coração  de Faraó tornava-se cada vez mais duro contra os israelitas. Certamente, esse povo tenha chegado a um estado de desespero total. Porém, aquela promessa feita a Moisés ainda estava de pé. Agora, tudo dependia de um ato de fé, confiando que seriam libertos se obedecessem a essas ordens do Senhor. Sacrificar um animal não era novidade mas, espargir o sangue nas ombreiras e verga da casa era! A falta de obediência resultaria em morte. A única provisão para aquela noite seria permanecer dentro das casas, onde havia o sinal da cruz pela aplicação do sangue. Cada pessoa precisava ser coberta pelo sangue. Não é diferente de hoje. Não há salvação fora do sangue do cordeiro. “Sem derramamento de sangue não há remissão de pecados”. Não foi só a Israel que Deus estendeu a salvação na noite da Páscoa. Nesse caso, necessitavam imolar o cordeiro, aplicando o sangue no batente, comerem juntos conforme as instruções, e permanecer dentro das casas até que passasse o anjo da morte. O animal teria que ser totalmente consumido, ou pelo comer ou pelo fogo, na mesma noite de páscoa. A carne assada e um cordeiro, não podia ser comida crua, pois tinha que simbolizar os sofrimentos e agonias de Cristo..Os pães asmos(sem fermento) seriam comidos juntos. E as ervas amargas que se refere à raiz forte, (além de ter as folhas muito amargas a raiz é muito picante), representavam as experiências amargas que Jesus passaria: ridicularização, desrespeito,rejeição e perseguição. E finalmente teriam que partir naquela noite.

“Desta maneira o comereis: lombos cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão;come-ló-eis à pressa; é a páscoa do Senhor.”

Lombos cingidos- a peça de roupa a que se refere aqui não era vestida normalmente dentro de casa - capa. Eles tinham que estar preparados para saírem,mostrando a fé de que ,aquela noite seria noite de libertação.

Sandálias nos pés- maneira bem contrária aos seus costumes tradicionais pois não se calçavam sandálias dentro de casa. Lição básica: obediência e submissão. Eles não precisavam obedecer porém, morreriam ao passar o anjo da morte.

Cajado na mão- Jacó primeiramente usou. Davi também ao confrontar Golias. Que pode também ser traduzida com “varas” que são chamadas de graça e união(Zacarias11.7,10,14).O cajado representava proteção e a revelação da graça divina na saída do Egito.

Tudo tipificava o sacrifício de Jesus na cruz.”…nem lhe quebrareis osso nenhum!Êxodo12.46bMas vendo –o que estava morto não lhe quebraram as pernas.Estas coisas aconteceram para que se cumprissem as escrituras: Nenhum de seus ossos será quebrado”.João 19.36

Assim será por memorial… Ordem dada na primeira páscoa antes de Cristo. Um memorial simbólico do que seria a salvação por meio do cordeiro Jesus. Isaías 53.  Ordem dada também ,depois de Cristo. Agora um memorial simbólico do que foi a salvação em Cristo Jesus. ICoríntios 5.7,8

Pela cruz de Cristo, hoje podemos viver livres da escravidão do pecado e do nosso inimigo Satanás… Essa é a nossa páscoa! Todos os dias comemos dela em um memorial… Quando oramos, lemos a Bíblia e declaramos nossa fé! Tenha uma boa Páscoa!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

O agir de Lapidote...