De graça recebeste... de graça dai!


"Então, saindo eles, pregavam ao povo que se arrependesse. Expulsavam muitos demônios, e ungiam muitos enfermos com óleo, e os curavam." Marcos 6. 12 e 13

Engraçado que Marcos é um evangelho rápido, urgente mas, em alguns, poucos casos, ele dá detalhes. Esse texto, por exemplo, ele  descreve passo a passo o direcionamento de Jesus e a ação deles. Estamos falando do momento que Jesus enviou os discípulos, de dois em dois... treinamento real, dando-lhes poder sobre os espíritos imundos. Incrível, como Jesus liderava com simplicidade e exigia isso deles. Não puderam levar nada pra si, exceto um bordão, cajado para apoio. Desde os dias de Moisés, o bordão tornou-se sinônimo da Palavra de Deus e a Palavra de Deus é o símbolo maior da autoridade divina. 


Atente para isso: O reino de Deus é simplicidade. Quem quer servir deve ser desprovido de cuidados supérfluos. Tem que aprender a viver do básico... do básico! E ser conduzido, simplesmente, pela Palavra. 

Entrar e ficar na casa que ouviu e aceitou a Palavra... nos tempos de hoje, o povo quer hotel 5 estrelas. Tem pregadores que nem vão à igrejas menores. Precisamos aprender! E aprender a aprender. 


A casa que não receber... "sacudi o pó dos vossos pés." Tão simples. E tem gente brigando hoje para ser ouvido. Indo para redes sociais profetizar morte... meu Deus! A parte que cabe à Deus, a igreja pensa fazer. E a que lhe cabe... ignora!



"De graça recebeste, de graça dai!" Tem frases de Jesus que revelam princípios do reino. Esta é uma! O princípio da graça:  da mesma forma que recebeste... dai. Não pregamos qualquer evangelho... ou um determinado evangelho. Pregamos um evangelho determinado a curar, libertar e salvar o homem! Isso é graça! 


Em João 14.12, lemos: “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai...”


Aqui fica um "parênteses", aberto por Jesus, para imaginarmos... 

Eu e você fazendo as mesmas obras que ele faz...
Eu e você fazendo obras maiores que as dele...

Você quer? Eu quero!!

Fica a palavra de um evangelista pentecostal da década de 1920:

"Eu preferia infinitamente ser fiel e ter um pouco de tribulação agora do que não superar e ter de passar pela grande tribulação que virá em breve. Graças a Deus estou determinado a ver realizado o plano de Deus em minha vida." 
Bosworth

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

O agir de Lapidote...