KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA

KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - COMUNHÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA -

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Eu amarei você para sempre!




No corredor da minha memória está pendurada uma fotografia. É uma foto que eu estimo muito. Uma foto de duas pessoas – um homem e uma mulher, um casal na septuagésima década de vida. O homem está deitado em uma cama de hospital. Mas a cama de hospital está na sala de estar, não em uma sala de hospital. O seu corpo, para todos os propósitos práticos, está inútil. Os músculos devem ter sido tão devastados pela doença que eles estão esticados de osso a osso como o tecido esticado nos suportes de um guarda ­chuva. O homem respira através de uma mangueira fixada em um buraco na parte de baixo de sua garganta. E apesar de seu corpo ser ineficaz, seus olhos estão brilhando – e eles examinam a sala. Eles examinam a sala, procurando por sua companheira, uma mulher de quem a idade está oculta por seu vigor juvenil. Apesar de seu cabelo ser grisalho, ela é vibrante e saudável, em contraste com a figura deitada na cama. Ela energeticamente realiza sua tarefa do dia: cuidar de seu marido. Com uma lealdade inabalável, ela faz o que vem fazendo por dois anos. Não é uma tarefa fácil: ela tem que barbeá-­lo, dar banho nele, alimentá ­-lo, pentear seu cabelo, escovar seus dentes. Ela segura sua mão enquanto eles sentam e assistem televisão juntos.Ela levanta no meio da noite e secciona seus pulmões. Ela se inclina e beija seu rosto febril. Que foto preciosa ela é. Ela é preciosa porque é um retrato de minha própria mãe e pai. Alguns diriam que é uma foto trágica do que uma doença pode fazer com o corpo de um homem. E enquanto isso é verdade, é uma lembrança gloriosa do que a devoção pode fazer com o casamento de um casal. Na época em que Deus chamou meu pai para casa, meus pais estavam casados por mais de 40 anos. Muita coisa pode acontecer em 40 anos. Casados durante a Depressão. Quatro filhos, três retiradas de amígdalas, 16 anos de ensino universitário, mais de uma dúzia de transferências de trabalho. Seis anos nos quais um trabalhou no turno da manhã e o outro, no turno da noite para que os filhos não fossem deixados sozinhos. Quarenta anos oferece várias razões para desistir do casamento. Desculpas mais do que suficientes para sair. Eles não só viveram durante a Primeira Guerra Mundial, eles provavelmente também resistiram a 100 guerras domésticas. Então o que deu “raça” ao seu casamento? Primeiro, uns poucos meses antes de sua morte, eu perguntei para o meu pai o que manteve os dois juntos. Ele disse, “Bem, ir embora nunca foi uma opção.” 
        Ir embora nunca foi uma opção... O que eles tinham era um casamento para sempre – um casamento no qual duas pessoas, olhos nos olhos, dizem: Eu amarei você quando eu não quiser te amar. Eu amarei você quando você estiver doente. Quando tivermos dinheiro e quando não tivermos. Eu amarei você para sempre.

Max Lucado - Autor

Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

"Quem tem fé vê o que as pessoas normalmente não veem."

Quem tem fé vê o que as pessoas normalmente não veem.
Este é o caso de Elias, um profeta do norte de Israel, que obedeceu a Deus no século 9 antes de Cristo, tendo que enfrentar um rei que decidira seguir a um deus fenício da fertilidade, chamado Baal. O preço que pagou foi alto por ficar ao lado de Deus.
Somos apresentados ao profeta no contexto de uma seca, que Elias garantiu que duraria alguns anos. Nesse período duro nada lhe faltou, nem água nem comida.
 Com Elias, aprendemos que podemos viver pela fé, que nos faz ver além do que os olhos naturais enxergam.
 "Ora, Elias, de Tisbe, em Gileade, disse a Acabe:
-- Juro pelo nome do Senhor, o Deus de Israel, a quem sirvo, que não cairá orvalho nem chuva nos anos seguintes, exceto mediante a minha palavra".
(1Reis 17.1)
 Quando as coisas naturais acontecem naturalmente, é por causa da intervenção fundadora de Deus. Quando as coisas naturais têm seu funcionamento alterado, é por causa da intervenção realizadora de Deus, seja por sua vontade permissiva ou por sua vontade proativa.
A natureza não é divina, nem Deus se esgota nela. Contudo, Deus fala através dela e as chamadas leis naturais foram dadas por Deus. Devemos respeitar essas leis como mandamentos fixos de Deus. Quando pedimos a Deus um milagre, devemos saber que estamos rogando que Ele quebre as leis que criou. Devemos ser parcimoniosos neste tipo de pedido. Devemos até verificar se não infringimos conscientemente as leis. Devemos aceitar quando Deus decide deixar as leis livres para produzir as suas consequências. Devemos pensar nas leis como coisas boas de Deus, logo como manifestações do seu amor para conosco.
Elias sabia que a chuva caía sobre a terra por causa dessa vontade de Deus, mesmo que invisível, mesmo que funcionando sob leis espirituais, embora aparentemente naturais. Elias confiava inteiramente no poder deste Deus soberano e sábio.
O rei de Israel, Acabe, acreditava no seu próprio poder, ao ponto de acreditar que havia deuses a seu serviço, os quais ele controlava. Acabe é o protótipo daqueles que acham que seguem os padrões vigentes, como se fossem certos só porque todos acham certo. Diferentemente, Elias não segue a multidão; Elias segue a Deus. Ele buscou, como ensinaria Jesus, o reino de Deus em primeiro lugar (Mateus 6.33).
Acabe é o protótipo daqueles que acham que as soluções para seus problemas, sejam quais forem, estão na manipulação de pessoas e coisas. Para isto, ele mantinha um séquito de profetas, que se diziam capazes de fazer os deuses estrangeiros Baal e Asera agir conforme a vontade do rei de Israel. Estes assessores montavam a 850, coordenados por sua própria esposa, a fenícia Jezabel. Elias acreditava que só podia contar com o Senhor Deus, único e imanipulável. Elias acreditava que as soluções para os seus problemas, e os da nação, vinham do Deus único, a quem pedia e em quem esperava, confiando que agiria em seu favor, pela fé.
Na verdade, os dois estilos de vida nos mostram que "temos que escolher, todos os dias, se queremos seguir Acabe ou Elias".  
Acabe achava que podia fazer chover. Elias acreditava que Deus podia fazer chover, mandando ou retendo a chuva.
Acabe se comunicava com seus deuses por meio de profetas e artifícios. Acabe é o protótipo das pessoas amarradas à superstição, da qual dependia. Elias se comunicava com Deus por meio da oração e se submetia a Deus.
Quando o autor do primeiro livro de Reis apresenta sua biografia de Elias, ele começa por mostrar que era um homem de oração. Este homem de oração foi comissionado por Deus para trazer o povo de Israel ao bom caminho de novo, do qual estava afastado por escolha própria e pela influência do sistema comandado por Acabe e Jezabel. 
O autor deixa implícito que Deus ia usar as condições naturais para fazer o provo refletir e se arrepender. O povo estava satisfeito com seu sistema, sistema que dizia quando ia chover e quando não ia chover, esquecido que era Deus quem controlava a natureza. Deus disse a Elias que não iria chover por três anos seguidos. Por sua comunhão com Deus, Elias sabia e revelou ao povo a vontade de Deus.
Todos duvidaram. Acabe duvidou de Elias. Jezabel duvidou do profeta de Deus. Os 850 profetas do seu palácio duvidaram dos minguados profetas fieis a Deus, entre os quais Elias. Eles garantiam que, ao seu grito, ao seu comando de ordem, os deuses estrangeiros da fertilidade fariam a chuva regar a terra.
Elias não duvidou de Deus. Elias acreditava que a seca era uma realidade, embora ninguém a notasse ainda. Elias acreditava que a estação da seca acabaria quando Deus assim o determinasse. Elias acreditava que a vontade de Deus lhe seria revelada e, por seu intermédio, todos saberiam que Deus é Deus e que os deuses não invenções surdas e mudas dos seres humanos.
Elias faz uma notável declaração de fé.
Olhamos para um gigante da fé, como Elias, e dizemos: não conseguimos ser como ele. Contudo, Tiago nos lembra que o profeta "era humano como nós". O que ele fez for orar "fervorosamente para que não chovesse". Nossa causa pode ser outra, mas aprendemos com ele que podemos orar ao mesmo poderoso Deus, que nos responde (Tiago 5.17).

Conteúdo abençoador! Li,gostei,postei... 

Site Prazer da palavra - ISRAEL BELO DE AZEVEDO

Boa noite!

Pela cruz de cristo,Maristela Guimarães.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Li,gostei,postei... VIVER OS PROPÓSITOS DE DEUS (E ABRIR MÃO DOS NOSSOS)






“Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome.” – Apocalipse 3:8
Deus, em sua perfeita magnitude e como nosso Criador, detém todo o conhecimento sobre nós. Ele sabe quais são os nossos anseios, medos, vontades, aspirações, enfim, tudo. E esta é uma extrema benção para nós, que depositamos nossa fé nEle. Jesus enxerga nossas vidas a partir de todos os ângulos e sabe exatamente do que precisamos no aspecto mais profundo. O Pai celestial governa nossas vidas com diretrizes de amor, compaixão, graça, misericórdia dentre infinitos atributos divinos.
Como filhos de Deus, temos acesso a tudo quanto é provindo de Sua graça, através de Jesus Cristo. Mas uma coisa é tão entristecedora na medida em que é real: Por diversas vezes nesta vida, temos nossos sentimentos atrofiados a intempéries provindas de nossa natureza humana. A visão limitada carnal, característica nossa, impede-nos de alcançar novos paradigmas de visão.
Eu disse que isto é algo entristecedor no parágrafo anterior, mas, refletindo através dos olhos espirituais, concedidos pelo Espírito Santo, isto pode significar algo extremamente valioso! Sim, estas intempéries podem tornar-se bençãos. Não é nas dificuldades que o poder de Deus se aperfeiçoa? (2 Coríntios 12). E uma vida cristã eficaz é repleta de novas oportunidades, todos os dias, basta que saibamos aproveitá-las. Deus está sempre disposto a abrir novas portas para nós, em qualquer área de nossas vidas. Não deveríamos temer o futuro, mas estarmos confiantes de que quem o governa é Jesus Cristo.
Muitos indivíduos tentam abrir portas por si mesmos, mas o que arranjam é, no mínimo, mais frustrações. Isto porque não podemos apoiar-nos em nossos próprios esforços, como se fossemos capaz de algo por nós mesmos. Ter consciência de que somos totalmente dependentes de Deus é um largo passo na santificação. Preciso lembrar-lhe que muitas oportunidades em sua vida poderão vir desfarçadas de bençãos para mostrarem-se como fracassos. E está aí mais um motivo para não confiarmos em nós mesmos.
O propósito de Deus sempre trará bons resultados, e mesmo que não consigamos entendê-lo, prosseguir confiando é um ato de exímia sabedoria. Por isso, devemos orar para saber se o que é ideal de acordo com a vontade de Deus, e jamais a nossa. É preciso ter muita coragem para deparar-se com a vontade dEle, mas o Espírito Santo constantemente remete-nos de sua santa fidelidade, o que para nós é essencial. Deus pode fazer as pessoas certas aparecerem, as chances oportunas, os recursos apropriados. E tudo isto pode acontecer se nós nos submetermos à Sua vontade! Não, não é fácil, e ninguém disse que seria. Em Mateus 11:28-30, Jesus diz:
“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobre-carregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve”.
O jugo não será totalmente eliminado de nossas vidas, e acreditar que seria é um ato de ingenuidade. Haverão muitos problemas e conflitos, mas o importante é permitir que Jesus administre todas as áreas de nossas vidas, aí sim estaremos carregando o jugo de Jesus, que é suave, e Seu fardo leve. E além do mais, estes problemas ou conflitos podem servir de exercícios cristãos! Passando por eles, estaremos exercitando fé, caráter, habilidades evangélicas (prática do Evangelho) e muitas outras funcionalidades, vertendes da santificação. Logo, precisamos abandonar o velho jugo para apossar-nos do jugo suave de Cristo, e confiar no Seu tempo!
Quando entregamos coração e mente para Jesus, deixamos de lado também a ansiedade, a impaciência, a insegurança […], e passamos a descansar ‘’responsavelmente’’. Isto significa que lendo a Bíblia, orando constantemente e adorando ao Senhor através de nossas atitudes, estamos descansando em Cristo conscientemente, diligentemente e responsavelmente, pois precisamos saber em quem estamos confiando para conseguir crer de todo o coração. E nós, cristãos, estamos confiando no Deus do Universo, o Senhor dos senhores, exaltado eternamente! As maravilhas que Ele têm reservado para nós são imensuráveis (1 Coríntios 2–9).
Que o amor de Jesus Cristo manifeste-se em suas vidas hoje e sempre,
Esther Moore https://twitter.com/Leia_a_Biblia

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Vá indo... mas, vai mudando!



Tem gente de tudo que é jeito...
Tem gente sem jeito e tem gente de qualquer jeito.
Ninguém é igual a ninguém!  Eu tenho um jeito que é só meu, bem peculiar, quando seguro uma caneta, por exemplo, aperto tanto, que o meu dedo já ficou torto. Outra coisa bem pessoal é silenciar-me. Posso estar em meio a multidão, que de repente me calo, e assim vou longe em pensamentos. Tem coisas em nós que são suportáveis, já tem outras que são virtudes e algumas, aquelas que não gostamos de lembrar... que precisam de ajustes, correções e até mudanças! Deus não muda cenários. Ele muda pessoas. Pessoas mudadas, mudam cenários... Penso que muitas pessoas, inclusive eu,  passam por fases  na vida que poderiam ser evitadas se ao invés de esperar mudanças exteriores, passassem por mudanças no interior. Por exemplo: tem gente que não para em emprego e sempre o problema é o outro, nunca ele. Outras, nunca se satisfazem com o que tem porque o seu interior é vazio. Alguns amam tanto, tantas vezes, todo mundo e acaba não ficando com  ninguém, pois na verdade nunca amou, só não queria ficar sozinho... E assim segue. O grande problema é que não aceitamos mudar.  Resistimos, pois sabemos que isso exige muito de nós. Mudança dói e provoca medo. Tudo que é novo traz medo. Mas, se não mudarmos seremos repetitivos nos nossos erros e defeitos.  
 Se  entendermos que quanto mais os anos passam, mais passado temos e menos futuro...  então, o melhor é mudar!

Boa mudança!

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães. 

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Fome e sede de dias tranquilos...


Em algumas de minhas conferências, vejo quase todas as mãos levantadas quando pergunto: "Quem gostaria de ser uma pessoa equilibra?" Os seres humanos anseiam por equilíbrio. Mas eu digo: Desistam! jamais conseguirão ser plenamente equilibrados." Quem é capaz de não se intimidar, de não se sentir fragilizado,de não ter reações ilógicas e atitudes desproporcionais diante de determinadas situações? A tranquilidade requer que sejamos dosados, pacientes, serenos e façamos uma coisa de cada vez. Mas ninguém consegue escapar do calor da ansiedade vital. Vale a pena repetir: ser tranquilo não significa ser plenamente equilibrado. Se você encontrar alguém continuamente estável, sem nenhum traço de mudança,pode ter certeza de que essa pessoa está morta! A pessoa mais calma terá momentos de ansiedade, a mais serena perderá o controle algumas vezes. 
"Não andeis ansiosos pelo dia de amanhã, basta a cada dia o seu mal." Mateus 6.34
 O Mestre dos Mestres não tinha tal exigência. O pensamento que ele expressou é corto, mas carregado de sabedoria. Não queria elimina a ansiedade vital, mas dosá-la. Almejava que as pessoas não fossem dominadas por um caminhar vital. Sabia que é impossível ser criativo sem inquietação, que é impraticável ser empreendedor sem passar pelas chamas do estresse. A ansiedade estimulante deve ser mantida, mas a que derrota a curiosidade, a inspiração,a ação exploratória, deve ser superada.  Jesus sonhava em gerar pessoas livres e tranquilas diante de um Pai dócil e pacifico e não pessoas atemorizadas diante de um Deus julgador e castrador. Uns querem conquistar ansiosamente um corpo dentro dos padrões tirânico de beleza; outros, um carro último tipo; outros ainda, uma casa na praia, um excelente salário, um curso de mestrado... Mas quem está preocupado em investir para conquistar uma emoção livre, relaxada, bem-humorada e tranquila? Muitos  vivem asfixiados pelo estresse e pelas tensões. Não têm ousadia para se repensar, se autocriticar e fazer uma mudança consistente em seu ritmo de vida. Desprezam seu saldo emocional. Não têm fome e sede de viver dias tranquilos. ( Augusto Cury - A sabedoria nossa de cada dia - sextante )

Não era essa a postagem de hoje. Mas quando me deparei com esse capítulo, não resisti, pois foi tudo o que meu pai me aconselhou nos seus últimos dias aqui nesse mundo... "Trabalhe menos, gaste menos minha filha e viva mais." Ele sabia o que estava falando!

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães. 

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Enxergando além dos obstáculos...

Gracias Senor porque Detrás de cada obstáculo…me espera una bendicion. Te amo.


Sim, quem nunca se desesperou por se deparar com um obstáculo além do que esperava? As vezes sabemos dos riscos que podemos correr em determinadas situações... porém, não podemos medir o tamanho e a proporção.  Tais conflitos podem causar medo, angústia e até depressão. Eu me observo bem, e nesse hábito de me investigar  percebo que sempre que minha visão se depara com meus problemas o desespero me absorve porém, quando minha visão alcança a minha fé, parece que minhas pupilas se dilatam e o que me era intangível, tangível se apresenta. Você não ultrapassará obstáculos se não conseguir enxergar além deles. O que você vê depois lhe envolverá e lhe fortificará. Quando a fé é exercitada nossa força é revigorada.  Todo obstáculo aponta para uma bênção! Creia!

Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se 

esperam, e a prova das coisas que não se veem.  

Hebreus 11.1


Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.




quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Comunhão & Comunhão


Se Deus está produzindo algo em mim não terei dificuldade para conviver com outros santos, cuja história é diferente da minha. (Watchman Nee)

"Aquele que diz que está na luz e odeia o seu irmão, até agora está nas trevas e anda nas trevas, não sabe para onde vai, porque as trevas lhe cegaram os olhos. I João 9,11

O corpo de Cristo não somente supre, mas também protege seus membros. A proteção que o corpo dá a cada membro é vista especialmente na batalha espiritual. Essa proteção é importantíssima. Uma árvore sozinha é arrancada do solo com facilidade, porém uma floresta inteira não cede diante do vento. Satanás busca precisamente essas pessoas solitárias e sem proteção para atacar. Ele assalta os independentes e isolados. Um bom irmão que tenta agir sozinho cria uma armadilha para si mesmo. Nenhum cristão deve ser orgulhar de sua dureza e peculiaridade. Na igreja, tudo quanto seja saliente, cortante, pontiagudo e penetrante deve ser deixado liso e polido. O corpo de Cristo é vida... (e isso se aplica a qualquer membro.  

(Watchman Nee - O corpo de Cristo uma realidade.)

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

A vida voltando ao normal...

Quem observa o vento, nunca semeará. Quem olha para as nuvens nunca colherá. 
                                                                                  Salomão, em Eclesiastes 11.4


Hoje, depois das férias e todos os feriados que esse mês guardava, eis que tudo voltou ao normal. Sentada na mesa de minha cozinha, tomando um saboroso café, ouço o barulho de uma construção de prédio ao lado, ouço o barulho da serra de um marceneiro vizinho do outro e sua alegre esposa falando pelos cotovelos. O movimento de massa já começou aqui e lá fora... iniciamos de vez o ano de 2016, nos trabalhos e afazeres domésticos.  Como é bom saber que estamos com saúde e disposição. Alegre, assim me sinto por saber que verei umas carinhas lindas e curiosas tentando me decifrar na sala de aula. Um recomeço? Parece que é isso que Deus novamente está nos dando. Podemos fazer tudo igual ao ano passado e achar que está bom. Podemos tentar fazer tudo diferente e pensar que é o certo. Ou podemos, simplesmente, descobrir algo novo nas possibilidades existentes. Prefiro ficar com a última sugestão. Nem tudo foi bom e nem tudo tem que ser diferente. Vejamos, ano passado eu orei e pedi ao Senhor uma escola perto de minha residência. Residência essa que estava à procura... então, na verdade o pedido tinha "cara de um" mas, eram dois. E como sempre Ele me respondeu. Basicamente, estou muito satisfeita. Então, isso não tem que mudar. Mas minhas atitudes, desejos e planos podem ser novos. Sinto uma pontinha de conselho na afirmação de Salomão: "Quem observa o vento, nunca semeará." Tem pessoas que ficam observando o vento e aí  o tempo passa e elas não fazem nada... não atiram suas sementes. Observar  o vento é não encontrar nada, não fazer nada e não descobrir nada. Jesus mesmo afirmou que o vento sopra onde quer e ninguém sabe de onde vem e pra onde vai. Isso quer dizer que o vento é enigmático, imprevisível. Sim, as bússolas... elas existem mas não servem muito pra você que mora numa civilização do século XXI. O  que o filho de Davi está falando é simples. Se você não se arriscar, não planta. Se você não plantar, não colhe e se você não colher... 
Olha aí o conselho outra vez: Pela manhã semeia a tua semente, e à tarde não  retires a tua mão, pois não sabes qual prosperará."  

Mas fique tranquilo...

Arrisque-se porém, sem paranoia, ok?  É isso que o sábio disse. Façamos como o caranguejo. Dê uma espiadinha no versículo anterior, o primeiro. "Lança o teu pão sobre as águas, porque após muitos dias o acharás. Reparta com sete, oito... 

Você colhe e depois o lança. Com fé ele voltará pra você e com amor ele será multiplicado e saboreado por muitos. 

Bem, vou ali semear um pouquinho...

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães. 

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Você é a promessa de alguém...



Deus cura os que têm o coração partido.” — Salmos 147:3

Uma pessoa pode dizer que está esperando em Deus e 

continuar se arriscando em relacionamentos por conta 

própria? Não seria leviano demais alguém ficar com outra 

pessoa com quem não será capaz de comprometer-se para 

sempre? Quem não é pra mim deve ser de alguém... então, 

não posso impedir tal pessoa de encontrar quem Deus tem 

pra ela de verdade. "Melhor ficar com o coração apertado 

por 

estar esperando do que ficar com o coração quebrado por ter 

se precipitado." 

Hoje pensei: Se não deixares partir quem deveria ir não 

poderá receber quem deveria vir.

(Jó 4:6) - Porventura não é o teu temor de Deus a tua 


confiança, e a tua esperança a integridade dos teus 

caminhos?

Confie em Deus totalmente...








"Se desejares ver, ouça; ouvir é um degrau para a visão."


Deixemos Deus guiar nossa vida... vai valer a pena!


Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Considere todas as possibilidades...




Li essa  história já algum tempo, e senti o desejo de compartilhá-la. 
 É sobre um desastre na lua­ de ­mel. Os recém ­casados chegaram ao hotel em poucas horas com grandes expectativas. Eles reservaram um quarto grande com encantos românticos. Não foi o que encontraram. Parecia que o quarto era muito limitado. O pequeno quarto não tinha vista, não tinha flores, tinha um banheiro apertado e pior de tudo – não tinha cama. Tinha apenas um sofá ­cama com um colchão cheio de protuberâncias e molas sem firmeza. Não era o que eles esperavam; consequentemente, a noite também não foi. Na manhã seguinte, o noivo com o pescoço dolorido desceu bravo até a mesa do gerente e colocou sua raiva para fora. Depois de ouvir pacientemente por alguns minutos, o balconista perguntou, “Você abriu a porta do seu quarto?” O noivo admitiu que não. Ele voltou para a suíte e abriu a porta que pensava que fosse um depósito. Lá, cheio de cestas de frutas e chocolates, estava um quarto espaçoso!  Suspiro. Você pode imaginá-­los bem na entrada do quarto que eles tinham negligenciado? Ah, teria sido tão bom... Uma cama confortável ao invés de um sofá duro. Uma janela emoldurada por cortinas ao invés de uma parede vazia. Uma brisa fresca ao invés de um ar abafado. Um lugar para banho em ordem ao invés de um banheiro apertado. Mas eles não tiveram isso. Que triste. Restrito, esquisito e desconfortável enquanto o conforto estava a uma porta. Eles não tiveram isso porque pensaram que a porta fosse de um depósito. Por que vocês não tentaram? Eu estava perguntando enquanto lia o texto. 
Fique curioso. Confira. Tente. Dê uma olhada. 
 ( Autor- Max Lucado)

Considere todas as possibilidades antes de concluir. 

Boa noite!!!

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Um bom recomeço... sempre.



  • "Recria tua vida, 

  • sempre, sempre.

  • Remove pedras 

  • e planta roseiras 


  • e faz doces. 

  • Recomeça.

  • Faz de tua vida mesquinha

  • um poema." 


  • Cora Coralina



Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

KOYNONIA - DESTAQUES DO MÊS

Deus pensou em você!





Deus pensou em você!
Na manhã de hoje...Deus pensou em você. Não diferente de ontem, precisamente ele calculou todos os riscos possíveis, que você correria neste dia, sem a intervenção dele em sua vida.
Pensou em que circunstâncias Ele teria que atuar a seu favor e através de você, com a legítima vontade de lhe abençoar.
Programou sua agenda de forma que seus sonhos se realizassem e suas expectativas fossem atingidas. Porém, observou que partes do dia ,várias vezes, (onde lhe deu liberdade de ação )você teve oportunidade de pedir ajuda e não o fez...e então conclui que por mais bem ele o fizesse e por mais bênçãos o desse, ainda assim,partes de suas escolhas seriam sem consultá-lo. Que pena! Sofrimentos poderiam ter sido evitados, dores não sentidas, frustrações não ocorridas e derrotas não vivenciadas. Porém, só assim você entendeu, já no finalzinho do dia, que era mais sensato e inteligente e bem menos dolorido, ter dito: Pai, me ajude... Mas amanhã é outro dia e tudo pode ser diferente. Já é tarde, Ele continua a te proteger e esperar a tua manifestação de filho. Seja sensato e não vá pra cama sem falar com Deus .Uma oração por menor que seja, poderá fazer uma grande diferença em sua vida.
"Que Ele cresça e que você diminua..."
(parafraseando- João Batista)
Deus te abençoe!
Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães.