KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA

KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - COMUNHÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA -

domingo, 31 de maio de 2015

Depois de um SIM... mas?

"Sim… mas…" 
"Seguir-te-ei, Senhor; mas...", Luc.9.61




Suponhamos que Deus lhe chega a dizer para fazer algo que constitua um verdadeiro desafio ao seu bom-senso. Que fará com isso? Recuará? Se, no plano natural, estiver habituado a fazer algo, continuará a agir dessa mesma forma, a menos que resolva decididamente quebrar esse tal hábito. O mesmo se dá no plano espiritual: todas as vezes que se defrontar com o que Jesus Cristo quer, no momento decisivo recuará, até que se possa entregar resolutamente a ele. "Sim, mas... suponhamos que eu obedeça a Deus nesta questão; o que acontecerá com..." "Sim, eu vou obedecer a Deus se ele me deixar usar o bom-senso; mas, que não me peça para dar um salto no escuro". O que Jesus Cristo exige daquele que confia nele é o mesmo corajoso espírito que demonstra um atleta. Quem quiser fazer alguma coisa que valha a pena, em certas ocasiões, terá que arriscar tudo nesse mesmo salto; pois, no plano espiritual Jesus Cristo exige que arrisquemos tudo o que se apóia no bom-senso e saltemos na direção que ele indica; e, assim que saltamos, vemos que o que ele diz tem tanto de lógico quanto o bom-senso. No foro do bom-senso, as afirmações de Jesus Cristo podem parecer insensatas; mas, se as transferirmos para o foro da fé, descobriremos, para nosso espanto, que elas são as próprias palavras de Deus.
Confie totalmente em Deus e quando ele o chamar para correr algum risco, enfrente-o e confronte-o. Na hora da crise, agimos como pagãos; apenas um entre uma multidão de cristãos é suficientemente ousado para apostar sua vida e fé no caráter de Deus.(Oswald Chambers)
O mais difícil não é saber a vontade de Deus... é fazer o que Deus quer. Ou seja, abrir mão da nossa por causa da Dele.
Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Deus está me construindo...


Deus está fazendo uma casa em mim
 Deus está fazendo um jardim em mim
 Eu estou em construção
Deus está me ensinando
Eu estou aprendendo
Deus é paciente comigo
Ele é meu pai, ele é meu amigo                                     
Sou pequeno, Deus é grande
Eu sou frágil, mas ele é forte
Eu sou dele, me entrego
Eu sou dele e me rendo
Deus ainda está me construindo
Deus ainda está me construindo

E dia após dia eu estou crescendo
Deus é paciente comigo
Ele é meu pai, ele é meu amigo
...sou sua obra de amor
...sou sua obra, Senhor
( Música - Fernanda Brum)  
Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

Trocando corações... escolha o que Deus quer.





Os que esperam, tem propósito firme. E quem tem propósito firme, Deus conserva em perfeita paz.
Tu, Senhor, guardarás em perfeita paz aquele cujo propósito está firme,
porque em ti confia. (
Isaías 26:3)

Deus sabe quem colocar na sua vida, da mesma forma que sabe quem tirar. Existem pessoas que vem pra ficar, outras só pra bagunçar sua vida e ir embora. "Melhor é o fim das coisas do que o seu princípio;" Eclesiastes 7:8a ( EEE)
Muita gente trocando alianças e poucas, pouquíssimas, trocando corações... 
“Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu;” Cantares de Salomão
Trocar corações é você ver todos os dias a mesma pessoa e nunca enjoar dela. É você tocar todos os dias a mesma pessoa e nunca se distanciar dela em pensamentos. É você olhar a mesma pessoa todos os dias e nunca desistir dela!!! Trocar corações é viver todos os dias com a mesma pessoa... como se tivesse sido o primeiro dia!
Eu não quero trocar alianças sem que antes, tenha trocado corações. Eu escolhi o que Deus quer...
"Ter Jesus como a terceira pessoa de um relacionamento é ser completo."

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

O verdadeiro AMOR...




I Coríntios 13, a maior página que já se escreveu sobre esse assunto.
UMA ANÁLISE DO VERDADEIRO AMOR - Meditando sobre esses versículos, vejo aí quatro fatos básicos acerca do verdadeiro amor. E esses fatos mostram como o amor é importante para se ter um relacionamento franco. Acho que o
leitor irá concordar comigo.
1. O amor não é opcional, é essencial. Em primeiro lugar, vemos aí que o amor não é opcional; é imperativo. Paulo cita a frase se não tiver amor três vezes (v.1,2,3), e em seguida apresenta o ponto forte: ... o bronze que retine... nada... nada... Se retirarmos de nossas ações o amor, que é o elemento essencial de tudo, elas se tornam semelhantes a um carro sem rodas, um trem sem máquina, um avião sem asas, uma casa sem alicerces. Removendo-se o amor, nada mais resta.
2. O amor não é uma inclinação, é uma demonstração. Quando falamos do amor como uma demonstração, queremos dizer que ele é ação, envolvimento, movimento, expressão. O amor é... o amor faz... o amor não é... o amor não faz isso ou aquilo. O amor não fica sentado, cochilando. Não é apático. É sempre disposto e pronto a agir. Não é passivo nem indiferente. Ele não passa pela vida bocejando. O verdadeiro amor é demonstrativo e não estéril nem embotado.
3. O amor é um ímã que nos aproxima dos outros, e não uma muralha a separar-nos. Nos versículos 4 a 7 de I Coríntios 13, aparecem quinze definições especificas do amor, e cada uma delas possui força magnética suficiente para atrair as pessoas umas para as outras. Para resumir essas quinze características do amor que jamais acaba , chegamos a cinco afirmações que dizem tudo. Eu aceito você exatamente como é. Creio que você tem muito valor. Se você estiver sofrendo, eu me preocupo. Desejo apenas o que é melhor para você. Cancelo todas as suas ofensas. Essas são as leis básicas do amor. E não conheço ninguém que iria resistir a atitudes tão magnéticas e positivas quanto
essas.
4. O amor não é um empréstimo de retorno imediato; é um investimento a longo prazo. O verdadeiro amor não tem nada de superficial. Também não é uma varinha de condão que abanamos por cima de um problema, esperando que o sofrimento desapareça como que num toque de mágica. O verdadeiro amor é duradouro. O amor autêntico é forte. Não cede à tentação de procurar saídas fáceis. Ele sempre resolve trabalhar o problema até solucioná-lo.
Mas você só terá certeza disso, se resolver deixar o amor ter livre curso em você. Só terá certeza disso, se ele não continuar sendo apenas meras palavras nas páginas deste livro, ou apenas a letra de uma música, ou as palavras da carta de outra pessoa. É verdade; o amor verdadeiro é a única coisa do mundo que existe em quantidade insuficiente.

(Vivendo sem máscaras – Charles Swindoll)

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

terça-feira, 26 de maio de 2015

Os quatro homens mais importantes do deserto... em mim.

Cada fase vivida pelos judeus rumo à terra prometida ficou muito bem representada por um homem. É claro, que essas fases podem ser vividas, e são, por cada um de nós em nossas experiências com Deus. Temos como Abraão a fase do despertamento e provação da nossa fé. Nessa fase aprendemos com Deus a crer no impossível, a esperar o improvável e percorrer o caminho da dependência espiritual... recebemos as promessas e vivemos crendo que elas se cumprirão. Nos tornamos visionários!! Estabelecemos a amizade com o Pai. Relacionamento firmado, Deus então, desperta o sonhador que existe dentro de nós... o José vem pra fora e enfrenta a oposição de tudo para defender o que Deus semeou no coração. Realizamos coisas que nunca pensaríamos, enfrentamos inimigos ocultos e familiares... nos firmamos dignamente em santidade e Deus passa a ser o centro de nossa vida. Estamos fortes, firmes e convictos do que Deus quer para nós. Ninguém nos tira do alvo, por nada perdemos o foco. Deus nos amplia o horizonte e entendemos que há mais pra conquistar... nos lançamos como Moisés ao nada, crendo que Deus nos dará tudo!! E nessa fé persistimos vencendo os desafios, assumindo tarefas gigantescas e libertadoras. Nos libertamos do medo, da insegurança, do orgulho, da insensatez, arrogância... nos libertamos de nós mesmos. Nos libertamos do outro. Do que pensam as pessoas, das expectativas que elas criaram a cerca de nós, do que elas projetaram em nós... a maturidade chega com força e somente importa o que Deus quer, como quer, quando quer. Não passamos recibos... chegamos à plenitude. Subimos o monte, ansiamos pela glória de Deus e o que importa é a presença dele! Assim, o deserto nos veste de humildade, discernimento e disponibilidade. Somos de Deus inteiramente e intensamente! Preparados para tomar posse do que Deus planejou para nós, lutamos bravamente como Josué... e como Josué temos o privilegio de ver Deus pelejando em favor de nós. A vitória é um acontecimento mas, a experiência espiritual é um marco! Fizemos história com Deus... coisas do deserto. Não sei em que fase você se encontra... mas eu sei que você poderá vencer todas elas, como um Abraão, como José, um Moisés e Josué! Deus te abençoe!
Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Os quatro homens mais importantes do deserto...

 

tudo-que

Descalça as sandálias dos teus pés, pois o lugar em que estás é santo. E Josué fez assim.” Josué 5. 15

O possuidor, Josué.

Coisas do deserto... a bênção tinha que ser valorizada, pois vinha direto das mãos de Deus, era algo santo. Quando Josué e os israelitas aproximaram-se de Jericó, foi necessário um milagre para derrubar as muralhas.  Josué abraçado na promessa de Deus “que como tinha sido com Moisés seria com ele”, foi com tudo pra cima de Jericó.  Nas batalhas seguintes, vemos Josué sendo vencido já na primeira, contra Ai... ao receber a noticia da derrota, Josué prostrou o rosto em terra e assim ficou... o povo havia pecado, terrivelmente, acolhendo dentro de seu arraial coisas amaldiçoadas. A derrota foi o julgamento de Deus. O Senhor então, olhou pra Josué e mandou que ele parasse de orar e reagisse... Josué parou de orar e foi santificar. Josué tinha perfil de guerreiro. Ao mandar Deus que Josué levantasse, Ele simplesmente estava dizendo: Josué, seja você! Eu te escolhi pelas qualidades que você tem de lutar, guerrear e liderar esse povo para tomar posse do que é deles. Vá lá e lidere!!! Prostração não pode ser atitude de quem tem promessa. Prostração não pode ser atitude de quem tem terra para possuir!!!  Após o pecado ter sido tirado do meio do povo, Deus falou poderosamente e fez promessas de vitórias, assegurando-os a aliança e dando um plano magnífico para a tomada de Ai. Josué, obedientemente, pôs em prática. Orar e obedecer, transforma derrotas frustrantes em vitórias inesquecíveis. Josué era competente o suficiente para ser o escolhido de Deus, substituto de Moisés, para o último estágio da saga à terra prometida. Porém, ele precisou aprender a liderar antes de guerrear. Liderar a si mesmo... pois ele não ficou sabendo do pecado, antes da guerra, por não ter consultado primeiro a Deus. Se orasse antes... não teria perdido a batalha. Um grande homem, antes de qualquer batalha, precisa ser um grande servo. Josué aprendeu a lição! A prova cabal disso, foi a renovação da aliança que ele fez com Deus em nome de sua família e consequentemente, do  povo.  E as vitórias, todas elas, foram registradas no livro, com uma pequena referência: “...porque o Senhor, o Deus de Israel, pelejava por Israel.” Podemos verificar que na vida desse homem, possuidor de promessas, o fundamental foi ser um homem de oração e obediência. Saber a importância de ambos e a hora certa de cada uma delas... foi essencial para a vitória! Orar revela o plano de Deus. Obedecer, chama à existência esse plano.

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

sábado, 23 de maio de 2015

Os quatro homens mais importantes do deserto...

O libertador, Moisés.

tudo-que

José tirou o povo do deserto, da dificuldade e levou para o Egito. Lá o povo viveu até a perseguição... então, Deus liberou a palavra que enviaria o libertador,Moisés. Deus o colocou dentro do palácio ainda criança, para depois, o levar para o deserto, adulto. Êxodo é a lição de que Deus faz realizar o que diz. Ele nunca esquece... ele fez tudo, o necessário para resgatar seu povo e leva-los à terra que era para ser deles. Deus honrou cada palavra dita ao libertador e por elas, foi até Faraó e fez os sinais comprovando a presença de Deus no meio deles. Moisés precisou se despir da ideia de príncipe do Egito, da vida boa e privilegiada da corte, das condições favorecidas de pertencer à família real  e viver num palácio, para se sujeitar a uma vida difícil no deserto, dormindo num lugar humilde e vivendo entre pessoas simples e pobres. A primeira lição do deserto: HUMILDADE

Moisés precisou de coragem para constituir sua família. Ele não estava nos seus melhores dias,financeiramente,falando.  Do convívio com pessoas, mulheres lindas e produzidas foi parar num pasto e lá, lá encontrou a mulher de sua vida. Nos lugares mais esquisitos Deus realiza o que mais precisamos.  Moisés não teve a mulher para um príncipe mas, uma mulher para um libertador. Deus não lhe deu uma princesa e sim, uma pastora. Segunda lição: DISCERNIMENTO. Moisés entendeu que a pessoa ao lado dele tinha que estar de acordo com o propósito a cumprir... uma princesa não suportaria sua saga no deserto porém, a pastora, sim. E Deus lhe deu uma aliada e junto dela um amigo, o sogro. Deus sabe o que faz... Ele nunca erra! Tudo é perfeito, bem ajustado, sob medida.

E num momento inesperado, após quarenta anos, Deus pela primeira vez fala com ele. Chama-no pelo nome e prontamente atende. Vamos combinar que a cena não é a da mais normal. Era um arbusto em chamas. Uma sarça queimando...Deus falando, ele acreditando e respondendo: “Eis-me aqui”. Deus deu a ordem, o comando e o libertador obedeceu. Assim, tudo começou. Terceira lição: DISPONIBILIDADE. Moisés poderia ter pensado: voltar ao Egito? Vou morrer lá. Enfrentar todo mundo depois do que fiz? Convencer Faraó de liberar aqueles escravos todos? O prejuízo para o palácio vai ser enorme!!! E outra, saí de lá como príncipe e voltarei como pastor de ovelhas... isso vai ser um vexame! Mas ele não pensou assim. Ele nem pensou, na verdade... ele somente obedeceu. E pela obediência, Deus executou o seu plano... usou o libertador para ser protagonista do maior evento já ocorrido em toda saga de um povo. Não tem quem não conheça a importância desse homem.

Toda pessoa que estiver disposta a abrir mão de tudo por obediência a Deus, terá de Deus tudo... Moisés foi preparado,chamado, usado,abençoado e honrado! Vale muito a pena obedecer!

Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães.

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Os quatro homens mais importantes do deserto...

tudo-que
O sonhador, José.
Uma mulher sonhadora a gente entende, frequentemente, vemos por aí... porém um homem sonhador, é raro! Normalmente eles são práticos, decididos e racionais. Mas tenho que admitir que é um verdadeiro achado quando  encontramos algum.  No tempo de José, então... era algo realmente extraordinário! Seus irmãos quando o viam, riam e caçoavam: “Lá vem o sonhador.” É importante falar que os sonhos de José não eram quaisquer sonhos. Eram sonhos de Deus que ele desde novo precisou entender e aceitar. Fazia parte de um propósito maior todos os acontecimentos que viriam ocorrer na vida desse jovem sonhador. Ele não era alguém egoísta . Ele não era alguém orgulhoso e ufanista, não! Ele aprendeu ser alguém de discernimento espiritual e de fé. Um adolescente a caminho de seu designo... este foi José! Um sonhador do deserto... para o governador do Egito. O que destaca na vida desse homem? Uma fé em crescimento... enquanto amadurecia, sua fé aumentava. Ser um sonhador de Deus não foi algo fácil. Ele teve que aprender a driblar as jogadas do inimigo... e alguns foram seus próprios irmãos. José não deixou de acreditar em seus sonhos... ele sabia que sua vida nada tinha a ver com sorte mas, com propósitos de Deus. Quando depositamos nossas fé nos propósitos de Deus e nos colocamos à disposição, não importa quando, tudo será do jeito que Ele nos revelou. Sonhos são revelações que Deus dá a quem ele sabe que pode confiar. Os escritos revelam que José teve um cuidado enorme em não ferir o caráter de Deus com suas escolhas e ações. Ele em tudo zelou pelo nome de seu Senhor. Honrou em todas as formas possíveis àquele que faria reais todos os seus sonhos. Um homem de estimável caráter e autocontrole. Sempre à espera de uma direção dos céus. Um homem de uma face só... tanto na prisão como na corte. teve oportunidade de se promover mas, aguardou sabiamente a ação de Deus. Não foi orgulhoso em pedir ajuda quando a oportunidade chegou e muito menos amargo, rancoroso em se vingar de seus irmãos. Ao contrário, se mostrou generoso e perdoador. Sim! Esse homem existiu... José do Egito.  Como disse Swindoll: “José estava sendo moldado para a grandeza. Todos a quem Deus usa grandemente são primeiro escondidos no segredo da sua presença, distante do orgulho do homem. É ali que nossa visão se desanuvia. É ali que os sedimentos se soltam da corrente da nossa vida, e nossa fé começa a agarrar os braços dele. Deus está trabalhando enquanto seu povo espera, espera, espera... José foi moldado para um futuro importante. No presente, nada. No futuro, tudo! José foi nomeado,escolhido,selecionado,preparado e refinado em ouro pelo Deus todo-poderoso. O Deus de José ficará conosco durante os dias de cativeiro. Ele não nos abandonará nem se esquecerá de nós. Estará a postos durante os dias frios e difíceis de inverno, acenando com a promessa da primavera. . ” 

As primeiras referências proféticas ao grande êxodo de Israel do Egito se deu na família de José... ele já estava,estrategicamente,lá. Deus não faz menos, com aquele, que escolhe cumprir sua vontade e sonhar os sonhos de Deus.
Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

sábado, 16 de maio de 2015

Os quatro homens mais importantes do deserto...

tudo-que
Eles viveram tempos diferentes, experiências diferentes porém, um mesmo Deus e uma mesma promessa. Cada um teve uma etapa a vencer em direção aos propósitos divinos. O que podemos aprender com eles: Abraão, José, Moisés e Josué? Essa é uma pequena série... que começamos com Abraão, um homem visionário!!! 
O visionário Abraão.
Dentre tantas falas de Abraão que provam a afirmação acima, uma que para mim, envolve toda a questão de fé, é: Deus proverá! Ou, em outras palavras: O Senhor cuidará disso. Deus pediu, eu dou... Deus falou, eu faço. Deus primeiro... depois, eu. Sim, estou citando um momento dos mais difíceis para ele: a entrega de Isaque. Não era qualquer coisa, nem qualquer um. Deus não lhe pediu um escravo, um animal dos mais rendáveis... Deus nem lhe pediu Ismael, filho de Agar, a escrava egípcia. Não!! Deus lhe pediu a prova cabal de que Deus estava com ele... Isaque era a prova de quem era Deus. Por anos, Abrão olhou Isaque e pensou: Deus realmente existe, se importa conosco e cumpre o que fala. Por anos, Abraão pensou: Posso descansar pois, Javé está no controle de tudo. Sim, Ele é poderoso... me deu um filho, um herdeiro legítimo. Deus é bom, Deus é grande! Posso olhar as estrelas... posso sair da tenda sempre que precisar!! Porém, as coisas parecem mudar. E o que dado foi, tomado será? Abraão não questionou. Abraão não interpelou com Deus... o silêncio de Abraão enquanto sobe o monte me enlouquece. A tranquilidade de fazer tudo segundo o que lhe foi ordenado...  há fé nas palavras, nos gestos e até no amor devotado a Deus. Ele vê o que não vê! Ele vê Deus agindo enquanto caminha. Ele vê Deus provendo... ele vê recursos, livramentos, soluções. Ele vê porque, crê!! Um visionário... se assim não fosse, como seria ele Pai de multidão? O precursor dos atos divinos através de um povo, de uma geração? Abraão é o exemplo do  principio estabelecido para alcançar uma promessa: crer para ter... e claro, devolver para ser aprovado!!! E lá em hebreus 11. 8-19, ficou marcado seu valor. O visionário corre risco pela fé! Só na bíblia mesmo pra encontrar alguém da idade de Abraão sendo capaz de se expor à riscos pela fé! Isso me prova que a idade não representa nada no campo da fé. Um idoso pode ter uma alma jovem e visionária quando se lança ao vento de Deus. E um jovem, pode ser um medroso e covarde quando o assunto é ariscar-se pela fé. Mas o visionário...  sabe que não importa como, onde ou quando... Deus proverá!!!
Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

O milagre do AMOR...

SUPRIRÁ

Jesus went from commanding angels to sleeping in the straw. That is what love does. “ Jesus passou de comandar anjos para dormir na palha. Isso é o que o amor faz.” Max Lucado

O amor  faz coisas que a razão desconhece. Pode ser que alguém se recuse a acreditar em Jesus por não aceitar que um rei poderia nascer numa manjedoura, que um Deus poderia se fazer homem... que um criador pudesse dar tanta importância à criatura. Às vezes, a estima de uma pessoa é tão pequena que ela não acredita que uma outra pessoa ( que ela admire muito) seja capaz de amá-la... imagine acreditar no milagre do amor divino. Um amor que decide ter uma aliança com o menor, mais fraco, mais frágil, menos capaz, menos... tudo! O amor por si só já é um milagre, agora... quando ele nos alcança e nos domina, aí vivemos um verdadeiro milagre!!! O milagre do amor... do amor eterno.  O amor de Deus supre todas as nossas necessidades em Cristo... isso é milagre!! Um amor completo, perfeito e funcional.

Deus quer fazer uma aliança com você! Jesus é essa aliança... comprometa-se!!!

Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães.

sábado, 9 de maio de 2015

Entre o ideal e a visão espiritual real.

Alcançar Muito Para Além de Nossoplanos de Deus Próprio Alcance
"Não havendo visão o povo se corrompe", Prov.29.18
Existe diferença entre ter um ideal e obter uma visão espiritual real. O ideal não tem inspiração moral; essa visão tem. As pessoas que se entregam a ideais raramente realizam alguma coisa concreta. A concepção que alguém tem de Deus pode até ser usada para justificar uma deliberada negligência de seu próprio dever. Jonas argumentava que sendo Deus um Deus de justiça e de misericórdia, logo tudo estaria bem. Eu posso ter uma concepção correcta de Deus quando essa pode ser justamente a razão por que não cumpro o meu dever. Mas, onde houver visão espiritual, haverá também uma vida de rectidão, porque a visão transmite-me um certo incentivo moral.

Os ideais podem-nos tranquilizar a ponto de nos levarem à ruína. Faça um balanço espiritual de si mesmo para verificar se você tem apenas ideais, ou se tem visão espiritual que seja verdadeira.

"Ah, se tua busca não ultrapassar o alcance de tuas mãos, o que é o céu então?"

"Não havendo visão..." Assim que perdemos Deus de vista começamos a ficar descuidados, deixamos de lado certas restrições, abandonamos a oração e a visão de Deus nas pequenas coisas e começamos a agir por conta própria e através de iniciativa. Se estivermos vivendo apenas daquilo que conseguimos com nossas mãos, agindo por nossa própria iniciativa, sem esperar de Deus e de Suas intervenções, estaremos indo para a ruína, havendo perdido a visão espiritual. Será que nossa atitude, hoje, é uma atitude nascida de nossa visão de Deus? Estaremos à espera de que Deus faça coisas maiores do que já fez até hoje? Há vitalidade e vigor em nossa perspectiva espiritual?

Leituras inspiradas – Tudo para Ele

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Conselheiros comprados...

2014-08-06 003Esdras 5.4 e 5 Todavia o povo da terra debilitava as mãos do povo de Judá, e inquietava-os no edificar.  E alugaram contra eles conselheiros, para frustrarem o seu plano, todos os dias de Ciro, rei da Pérsia, até ao reinado de Dario, rei da Pérsia.

Conforme o decreto de Ciro, os israelitas voltaram a Jerusalém e começaram a reconstruir o templo. Não demorou até que os gentios que moravam na região de Judá começassem a desanimar o povo de Deus, tentando impedir a reconstrução. Muitos tentando acabar com a alegria de reconstruir e obter o que foi roubado, tirado... para vedar a restituição.

“Enquanto satanás levanta conselheiros comprados ... Deus levanta profetas revelados.”

A palavra é resisitr e construir. Deus deu promessas mas o povo tinha que ouvir as pessoas certas. (Hummm) Aqui, muitos morrem!!! Foram anos resistindo pessoas duras, maldosas, ‘’falsos amigos”, amigos comprados, colocados para tirá-los do foco... o povo ficou desanimado e Esdras teve que entrar no jejum.

"Então apregoei ali um jejum junto ao rio Aava, para nos humilharmos diante da face de nosso Deus, para lhe pedirmos caminho seguro para nós, para nossos filhos e para todos os nossos bens. Porque tive vergonha de pedir ao rei, exército e cavaleiros para nos defenderem do inimigo pelo caminho; porquanto tínhamos falado ao rei, dizendo: A mão do nosso Deus é sobre todos os que o buscam, para o bem deles; mas o seu poder e a sua ira contra todos os que o deixam. 23  Nós, pois, jejuamos, e pedimos isto ao nosso Deus, e moveu-se pelas nossas orações."  (Esdras 8:21-23)

Não ignore a ação de satanás para lhe tirar do foco e lhe roubar a promessa dada. Tudo que nos é profetizado provoca ira no nosso inimigo. Ele sabe que tudo que sai da boca de Deus tem propósitos e realiza. Ele irá usar quem você menos imagina para lhe tirar do caminho estabelecido pelo Senhor. Em alguns casos você pode ficar fraco e desanimado, perder a coragem e até desistir!! Cuidado!!! Quando Esdras viu que não podia contra tudo isso sozinho, se uniu ao povo e fizeram um jejum coletivo. E o sobrenatural aconteceu... junte-se àqueles que te possam fortalecer a fé, que possam brigar com você pelo sua bênção, que não sejam usados pelo inimigo para disparar mentiras contra o que Deus tem pra você, que não te diminui e te deprecia... que não te “faz menor” que a tua promessa. Porque tem gente mascarado, enviado para dar conselhos contrários aos de Deus ... fique esperto!

Você tem que agregar pessoas que apontem para as possibilidades e nunca o contrário. O mover de Deus pode começar quando você aprender a discernir entre a voz de Deus e a dos “conselheiros comprados.”

Já vi pessoas saindo de mãos vazias, deixando o que Deus lhe prometeu por crer e receber palavras, conselhos de pessoas que não tinham nada com o acordo e aliança que Deus tinha feito com elas... cuidado!

Boa noite!

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Receita para a felicidade...

2014-12-01 011Ame a Deus de todo coração, com todo entendimento e com todas as tuas forças.

Ame ao próximo como se fosse você...

Ame a si mesmo com igual intensidade.

Trabalhe o suficiente mas, não muito...

Divirta-se, festeja a vida com graça.

Ria bastante!De tudo e por nada.

Adore sozinho e em companhia...

Ajude alguém a entender o plano de salvação.

Doe-se à alguém...

Divida algo seu com quem precisar.

Seja sincero mesmo que isso lhe comprometa... 2014-12-01 006

Seja justo e faça questão da justiça para outrem.

Perdoe...

Busque sempre a simplicidade e o comum.

Ame, apaixonadamente, uma mesma pessoa sempre, case-se e tenha filhos.

Cultive uma amizade verdadeira.

Tenha um animal de estimação .

Ore sempre por tudo !!!

Ouça música e dance até na chuva...

Coma doces.

Leia a Bíblia...

Compre presentes pra você!!! 1557509_275975405895719_296674740_n

Leia bons livros e vá ao cinema e teatro.

Pratique uma atividade física .

Se sobrar tempo...

visite meu blog!

Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães

KOYNONIA - DESTAQUES DO MÊS

Deus pensou em você!





Deus pensou em você!
Na manhã de hoje...Deus pensou em você. Não diferente de ontem, precisamente ele calculou todos os riscos possíveis, que você correria neste dia, sem a intervenção dele em sua vida.
Pensou em que circunstâncias Ele teria que atuar a seu favor e através de você, com a legítima vontade de lhe abençoar.
Programou sua agenda de forma que seus sonhos se realizassem e suas expectativas fossem atingidas. Porém, observou que partes do dia ,várias vezes, (onde lhe deu liberdade de ação )você teve oportunidade de pedir ajuda e não o fez...e então conclui que por mais bem ele o fizesse e por mais bênçãos o desse, ainda assim,partes de suas escolhas seriam sem consultá-lo. Que pena! Sofrimentos poderiam ter sido evitados, dores não sentidas, frustrações não ocorridas e derrotas não vivenciadas. Porém, só assim você entendeu, já no finalzinho do dia, que era mais sensato e inteligente e bem menos dolorido, ter dito: Pai, me ajude... Mas amanhã é outro dia e tudo pode ser diferente. Já é tarde, Ele continua a te proteger e esperar a tua manifestação de filho. Seja sensato e não vá pra cama sem falar com Deus .Uma oração por menor que seja, poderá fazer uma grande diferença em sua vida.
"Que Ele cresça e que você diminua..."
(parafraseando- João Batista)
Deus te abençoe!
Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães.