O carpinteiro em mim...






Então o carpinteiro
Olha, pega e apega-se à peça
Madeira bruta, sem beleza, sem utilidade...
Ele a observa
Ele a manipula
Ele a idealiza
Corta
dá o formato
acerta as arestas
serra...
lixa 
dá polimento
até a superfície 
ficar pronta
preparada
receptiva 
Dá cor
Beleza
Encantamento
Então,finalmente
Expõe ao público...
E eu vou
Com seu formato
Do seu jeito
Conforme seu preparo
Como me idealizaste
Até que eu volte
Com o peso dos anos
Para as correções...

O carpinteiro em mim.

(Hoje, especialmente, me sinto madeira.)

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

O agir de Lapidote...