KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA

KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - COMUNHÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA -

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

O protagonista do Amor... Espada ou abraço?

1926798_261569134003013_461973250_nJacó, porém, ficou só; e lutou com ele um homem, até que a alva subiu.
E vendo este que não prevalecia contra ele, tocou a juntura de sua coxa, e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, lutando com ele.
E disse: Deixa-me ir, porque já a alva subiu. Porém ele disse: Não te deixarei ir, se não me abençoares.”

Gênesis 32:24-26

Philip Yancey faz uma pergunta sobre esse texto que quero pensar com você: “Jacó, um homem que passou a vida empregando artimanhas e trapaças, e um dia teve de enfrentar suas consequências na pessoa de seu colérico irmão, de quem roubara o direito de primogenitura. Cheio de culpa, Jacó despachou a família e todos os seus pertences para o outro lado do rio, com elaboradas propostas de paz para apaziguar Esaú. Vinte anos vivendo preso por conta de seus erros... um verdadeiro exílio! Será que Esaú o receberia com Espada ou um abraço?”

“Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste.”
Gênesis 32:28

A pergunta desse teólogo procede, afinal o que Jacó fez com seu irmão não foi nada descente, honesto e cristão! Mas antes de estar com Esaú, ele esteve com Deus... sim! Jacó lutou com um anjo ou um homem a noite inteira... e isso lhe conferiu a benção de um novo caminho, uma nova direção e um novo nome! Israel... “ ele luta com Deus.” Essa noite lhe ficou marcada não somente na memória mas, também no corpo... sua coxa ficou como um sinal para a posteridade!

“levantou Jacó os seus olhos, e olhou, e eis que vinha Esaú, e quatrocentos homens com ele... Então Esaú correu-lhe ao encontro, e abraçou-o, e lançou-se sobre o seu pescoço, e beijou-o; e choraram.”
Gênesis 33:1-4

Após esse episódio Jacó, agora Israel, encontra—se com Esaú... não mais como antes. Não era aquele trapaceador, cheio de conversas fiadas e enganosas, não! Era alguém que tocado por Deus no corpo e na alma estava sendo dirigido para um comportamento diferente... de repente aquele Jacó, agora Israel, estende os braços e aguarda seu irmão.... prostrar-se à terra sete vezes era um sinal amplamente conhecido de reverência, apropriado para um rei. Esaú reagiu de uma forma que Jacó talvez nem sequer sonhara, pois correu, abraçou e beijou seu irmão e ambos choraram de emoção. Posso imaginar aquele momento. Momento sublime e abençoado. Sim, pois não há nada mais tocante para Deus que a reconciliação de pessoas que se amam... Antes, Jacó protagonizou a guerra entre os seus... agora, ele simplesmente é protagonista do amor.

Uma coisa que aprendo com Jacó... quem tem coragem pra errar, precisa ter coragem para se arrepender e manifestar esse sentimento! Precisa dar o primeiro passo... Jacó deu o primeiro passo , mas foi Esaú quem determinou o final feliz! Corajoso também é quem perdoa! Quem perdoa olha pra frente e segue livre. Quem se arrepende e pede perdão trilha um novo caminho de bênção. Seja você um protagonista do Amor!

Estenda os braços e abrace!

Boa noite! Smiley piscando

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

Nenhum comentário:

KOYNONIA - DESTAQUES DO MÊS

Deus pensou em você!





Deus pensou em você!
Na manhã de hoje...Deus pensou em você. Não diferente de ontem, precisamente ele calculou todos os riscos possíveis, que você correria neste dia, sem a intervenção dele em sua vida.
Pensou em que circunstâncias Ele teria que atuar a seu favor e através de você, com a legítima vontade de lhe abençoar.
Programou sua agenda de forma que seus sonhos se realizassem e suas expectativas fossem atingidas. Porém, observou que partes do dia ,várias vezes, (onde lhe deu liberdade de ação )você teve oportunidade de pedir ajuda e não o fez...e então conclui que por mais bem ele o fizesse e por mais bênçãos o desse, ainda assim,partes de suas escolhas seriam sem consultá-lo. Que pena! Sofrimentos poderiam ter sido evitados, dores não sentidas, frustrações não ocorridas e derrotas não vivenciadas. Porém, só assim você entendeu, já no finalzinho do dia, que era mais sensato e inteligente e bem menos dolorido, ter dito: Pai, me ajude... Mas amanhã é outro dia e tudo pode ser diferente. Já é tarde, Ele continua a te proteger e esperar a tua manifestação de filho. Seja sensato e não vá pra cama sem falar com Deus .Uma oração por menor que seja, poderá fazer uma grande diferença em sua vida.
"Que Ele cresça e que você diminua..."
(parafraseando- João Batista)
Deus te abençoe!
Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães.