Entre o ideal e a visão espiritual real.

Alcançar Muito Para Além de Nossoplanos de Deus Próprio Alcance
"Não havendo visão o povo se corrompe", Prov.29.18
Existe diferença entre ter um ideal e obter uma visão espiritual real. O ideal não tem inspiração moral; essa visão tem. As pessoas que se entregam a ideais raramente realizam alguma coisa concreta. A concepção que alguém tem de Deus pode até ser usada para justificar uma deliberada negligência de seu próprio dever. Jonas argumentava que sendo Deus um Deus de justiça e de misericórdia, logo tudo estaria bem. Eu posso ter uma concepção correcta de Deus quando essa pode ser justamente a razão por que não cumpro o meu dever. Mas, onde houver visão espiritual, haverá também uma vida de rectidão, porque a visão transmite-me um certo incentivo moral.

Os ideais podem-nos tranquilizar a ponto de nos levarem à ruína. Faça um balanço espiritual de si mesmo para verificar se você tem apenas ideais, ou se tem visão espiritual que seja verdadeira.

"Ah, se tua busca não ultrapassar o alcance de tuas mãos, o que é o céu então?"

"Não havendo visão..." Assim que perdemos Deus de vista começamos a ficar descuidados, deixamos de lado certas restrições, abandonamos a oração e a visão de Deus nas pequenas coisas e começamos a agir por conta própria e através de iniciativa. Se estivermos vivendo apenas daquilo que conseguimos com nossas mãos, agindo por nossa própria iniciativa, sem esperar de Deus e de Suas intervenções, estaremos indo para a ruína, havendo perdido a visão espiritual. Será que nossa atitude, hoje, é uma atitude nascida de nossa visão de Deus? Estaremos à espera de que Deus faça coisas maiores do que já fez até hoje? Há vitalidade e vigor em nossa perspectiva espiritual?

Leituras inspiradas – Tudo para Ele

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

O agir de Lapidote...