Os quatro homens mais importantes do deserto...

O libertador, Moisés.

tudo-que

José tirou o povo do deserto, da dificuldade e levou para o Egito. Lá o povo viveu até a perseguição... então, Deus liberou a palavra que enviaria o libertador,Moisés. Deus o colocou dentro do palácio ainda criança, para depois, o levar para o deserto, adulto. Êxodo é a lição de que Deus faz realizar o que diz. Ele nunca esquece... ele fez tudo, o necessário para resgatar seu povo e leva-los à terra que era para ser deles. Deus honrou cada palavra dita ao libertador e por elas, foi até Faraó e fez os sinais comprovando a presença de Deus no meio deles. Moisés precisou se despir da ideia de príncipe do Egito, da vida boa e privilegiada da corte, das condições favorecidas de pertencer à família real  e viver num palácio, para se sujeitar a uma vida difícil no deserto, dormindo num lugar humilde e vivendo entre pessoas simples e pobres. A primeira lição do deserto: HUMILDADE

Moisés precisou de coragem para constituir sua família. Ele não estava nos seus melhores dias,financeiramente,falando.  Do convívio com pessoas, mulheres lindas e produzidas foi parar num pasto e lá, lá encontrou a mulher de sua vida. Nos lugares mais esquisitos Deus realiza o que mais precisamos.  Moisés não teve a mulher para um príncipe mas, uma mulher para um libertador. Deus não lhe deu uma princesa e sim, uma pastora. Segunda lição: DISCERNIMENTO. Moisés entendeu que a pessoa ao lado dele tinha que estar de acordo com o propósito a cumprir... uma princesa não suportaria sua saga no deserto porém, a pastora, sim. E Deus lhe deu uma aliada e junto dela um amigo, o sogro. Deus sabe o que faz... Ele nunca erra! Tudo é perfeito, bem ajustado, sob medida.

E num momento inesperado, após quarenta anos, Deus pela primeira vez fala com ele. Chama-no pelo nome e prontamente atende. Vamos combinar que a cena não é a da mais normal. Era um arbusto em chamas. Uma sarça queimando...Deus falando, ele acreditando e respondendo: “Eis-me aqui”. Deus deu a ordem, o comando e o libertador obedeceu. Assim, tudo começou. Terceira lição: DISPONIBILIDADE. Moisés poderia ter pensado: voltar ao Egito? Vou morrer lá. Enfrentar todo mundo depois do que fiz? Convencer Faraó de liberar aqueles escravos todos? O prejuízo para o palácio vai ser enorme!!! E outra, saí de lá como príncipe e voltarei como pastor de ovelhas... isso vai ser um vexame! Mas ele não pensou assim. Ele nem pensou, na verdade... ele somente obedeceu. E pela obediência, Deus executou o seu plano... usou o libertador para ser protagonista do maior evento já ocorrido em toda saga de um povo. Não tem quem não conheça a importância desse homem.

Toda pessoa que estiver disposta a abrir mão de tudo por obediência a Deus, terá de Deus tudo... Moisés foi preparado,chamado, usado,abençoado e honrado! Vale muito a pena obedecer!

Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

O agir de Lapidote...