KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA

KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - COMUNHÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA -

sábado, 26 de março de 2016

Aconteceu comigo...


 Coração com trajes errados... violação de caráter.


Assim que fui consagrada ao ministério, trabalhei com uma igreja de bairro onde a clientela era bastante carente. Eu não tinha menor pretensão de ficar desfilando com roupas caras e assessórios luxuosos. Primeiro, por não ter e entender que o que eu tinha pra compartilhar era muito nobre e especial pra concorrer com qualquer aparência que eu poderia sustentar e ostentar. E segundo, porque muitas pessoas não poderiam se vestir assim... jovens desempregados, assalariados, aposentados.  Aprendi isso com meu professor de homilética. Ele, um pastor de uma mega igreja, dizia: Não permita que a roupa chame mais atenção que a mensagem... use trajes simples e discretos.  Assim, eu ia para o púlpito com o coração ardendo mas, com trajes comuns. Um domingo, acordei e coloquei um terninho que havia recebido de presente no dia da posse, por uma irmã muito querida da minha igreja mãe, onde fui seminarista, era um dia mais fresco e a roupa não precisava passar. Estava eu adentrando o templo, animada com o que o Espírito Santo havia colocado em meu coração, cumprimentando as pessoas e de repente passei por um grupo de senhoras e pude ouvir quando uma proferiu as seguintes palavras:  “Até que enfim ela se vestiu apropriadamente...” ri, baixinho, e prossegui minha caminhada até ao púlpito. Naquele dia eu pude compreender que algumas pessoas escutam mais com os olhos que com os ouvidos. E que, algumas, valorizam mais o exterior que propriamente, a essência de um pregador. Eu fiquei pensando: Me preparei tanto! Como sempre lendo, pesquisando e me envolvendo com o Espírito Santo e ela observa justamente o que não deveria... as minhas roupas. E nem se preocupa em esconder! Se pelo menos ela tivesse me questionada, à sós, pra saber o motivo de não me preocupar tanto com os trajes... mas não, preferiu me julgar e censurar.
Sim, eu sei que a cultura brasileira manda que,  mesmo você não tendo dinheiro no bolso pra suprir as demandas familiares, deve ostentar roupas e sapatos. Assim, as pessoas vivem... não podem repetir vestidos nos casamentos, nas festas e etc. Não podem usar um sapato só e não podem andar com pessoas que não sejam do” grupinho”. Mas, o que a Bíblia fala sobre isso? Como devem ser os líderes, os pastores, reverendos,mestres? O que se deveria esperar de um homem e uma mulher de Deus? Eu penso, aqui com meus dedos teclando, que deveria ser caráter e espiritualidade. A bíblia diz que o nome vale mais que riquezas e pedras preciosas. Que devemos nos preocupar em não deixar nosso nome sujo... que a ninguém devemos ficar em débito, a não ser, o amor recíproco. Mas, por que ainda a cultura invade e dita comportamento em nossos arraiais eclesiásticos? Por que a futilidade e aparência tem tanto crédito em nosso meio? Jesus responde: Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração. (Mateus 6.21) e mais,   "Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”. O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca." (Lc 6:45)
Coração com trajes errados... violação de caráter!! Deus em Cristo, deseja implantar em nossa mente e coração, coisas santas e nobres, como Ele mesmo o é porém, nem sempre permitimos. Queremos ser cristãos com a cabeça das pessoas do mundo. Não dará certo! Não, mesmo!
Eu,também, já passei por isso e sempre que me descuido, por um momento, sou capaz de pensar errado. Mas graças ao Espírito Santo, é só um momento...
Que nossos olhos não corrompam nosso coração!

Portanto, visto que temos este ministério pela misericórdia que nos foi dada, não desanimamos... Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós... 
Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno.  (2 Coríntios 4.1,7,16-18)

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

Nenhum comentário:

KOYNONIA - DESTAQUES DO MÊS

Deus pensou em você!





Deus pensou em você!
Na manhã de hoje...Deus pensou em você. Não diferente de ontem, precisamente ele calculou todos os riscos possíveis, que você correria neste dia, sem a intervenção dele em sua vida.
Pensou em que circunstâncias Ele teria que atuar a seu favor e através de você, com a legítima vontade de lhe abençoar.
Programou sua agenda de forma que seus sonhos se realizassem e suas expectativas fossem atingidas. Porém, observou que partes do dia ,várias vezes, (onde lhe deu liberdade de ação )você teve oportunidade de pedir ajuda e não o fez...e então conclui que por mais bem ele o fizesse e por mais bênçãos o desse, ainda assim,partes de suas escolhas seriam sem consultá-lo. Que pena! Sofrimentos poderiam ter sido evitados, dores não sentidas, frustrações não ocorridas e derrotas não vivenciadas. Porém, só assim você entendeu, já no finalzinho do dia, que era mais sensato e inteligente e bem menos dolorido, ter dito: Pai, me ajude... Mas amanhã é outro dia e tudo pode ser diferente. Já é tarde, Ele continua a te proteger e esperar a tua manifestação de filho. Seja sensato e não vá pra cama sem falar com Deus .Uma oração por menor que seja, poderá fazer uma grande diferença em sua vida.
"Que Ele cresça e que você diminua..."
(parafraseando- João Batista)
Deus te abençoe!
Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães.