Respondendo positivamente ao chamado de Deus...

577629_312189288907291_1455041498_n

Gosto da afirmação de Mike Murdock: “Deus não criou as pessoas para o ministério. Ele criou o ministério para as pessoas.”

Pessoas sempre serão convocadas, intimadas por Deus para o ministério... Vocação, chamado, palavras que expressam uma responsabilidade diante de Deus. Haverá possibilidade de fugir de um chamado? Conclua você mesmo... ouça grandes homens que tiveram suas vidas nas mãos de Deus.

O grande reformador Martinho Lutero descreveu esse chamado interno como a “voz de Deus ouvida pela fé.” Charles Spurgeon identificou o primeiro sinal do chamado de Deus ao ministério como “um desejo intenso, atraente para o trabalho”.
   O chamado de Deus é externo. Ele depende da resposta do homem. Indubitavelmente, Deus atua através de pessoas. Deus elege homens para serem Seus embaixadores. O chamado é fora do homem e proveniente de Deus.
    O chamado de Deus é também interno. Deus não atua sem propósito. Ele elege pessoas que têm capacidade potencial para relacionar-se positivamente com as gentes, de falar com convicção e autoridade, de motivar e fervilhar os ouvintes, de comunicar efetivamente, de tomar decisões produtivas e de planejar e sonhar com o povo.
     (El Secreto del Exito Pastoral – Brooks R. Foulkner).

Thomas Scott disse: “Se eu tivesse mil vidas, gastaria espontaneamente todas elas (no ministério); e, se eu tivesse muitos filhos, eu os dedicaria alegremente ao ministério”.

  “Apegue-se ao trabalho. Não recue porque o leão ruge; não pare de jogar pedras nos cachorros do diabo; não perca tempo caçando coelhos deste.
    Faça seu trabalho. Deixe os mentiroso e suas mentiras, deixe os sectários discutirem, deixe os críticos maldizerem, deixe os inimigos acusarem, deixe o diabo fazer o pior; mas cuide para que nada o impeça de cumprir com alegria o trabalho que Deus lhe incumbiu.
Ele não o mandou para ser admirado ou estimado, e nunca ordenou que defendesse seu caráter. Ele não o posicionou para contradizer as falsidades (acerca de você mesmo) que os servos de Satanás ou de Deus talvez comecem a espalhar, nem para investigar cada rumor que ameace sua reputação. Se você agir assim, não obterá resultados satisfatórios; estará trabalhando para si mesmo, não para o Senhor.
    Mantenha-se no trabalho do Mestre. Que seu alvo seja fixo como uma estrela. Você pode ser assaltado, injuriado, insultado, caluniado, ferido e rejeitado, incompreendido ou acusado por motivações impuras; bem como afrontado pelos inimigos, traído pelos amigos, desprezado e rejeitado pelos homens. Mas tenha determinação e zelo inabalável, a fim de perseguir o grande propósito e objetivo de sua existência, até que finalmente possa dizer: Completei o trabalho que me deste
Paulo testemunhou a Timóteo, jovem pastor, os seus axiomas e expectativas: “Combati o bom combate, terminei a carreira, guardei a fé. Desde agora a coroa da justiça me está reservada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia, e não somente a mim, mas a todos os que amarem a Sua vinda” (2 Tm 4.7,8). (  Um escritor anônimo-citado por Richard Mayhue)

“Deus não irá permitir que sua fonte seja qualquer coisa que não Ele e Sua Graça.” (Paul Washer)

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

O agir de Lapidote...