KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA-KOYNONIA

KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - COMUNHÃO - KOYNONIA - UNIÃO - KOYNONIA - IRMÃO - KOYNONIA -

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Vale a pena viver como filho de Deus?


Fui moço e agora sou velho
mas nunca vi um justo desamparado
e nem a sua descendência mendigar o pão. (Salmos 37. 25)

Essas palavras são de alguém que viveu perto de Deus. O 

texto é um paralelo entre a falsa prosperidade dos pecadores 

e a proteção divina sobre os justos. O escritor desse texto é 

alguém que aprendeu desde cedo viver intimamente com o 

Pai e que nunca se arrependeu... como diz um comentarista:

"Esse depoimento é o fruto de uma minuciosa e contínua 

observação que o salmista fez ao longo de sua vida. Essa 

passagem indica que Davi escreveu esse poema em seus

 últimos anos. Não é que os justos não passam privações, 

senão que Deus não os abandona quando sofrem. À longa, 

prosperam porque sua descendência tem o que precisa. O 

salmista enuncia aqui uma verdade geral: a verdadeira 

fé faz que a pessoa seja ativa e independente, e a livra 

de ter que mendigar para sobreviver."


"Amamos quando a verdade nos esclarece e odiamos 

quando a verdade nos acusa" Agostinho

A verdade acolhe quem está com ela... e o justo é 

amparado por Deus pois vive debaixo da Verdade que é a 

Palavra... a máxima da vontade de Deus.

Se vale a pena viver como filho de Deus? Davi respondeu...

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.


Nenhum comentário:

KOYNONIA - DESTAQUES DO MÊS

Deus pensou em você!





Deus pensou em você!
Na manhã de hoje...Deus pensou em você. Não diferente de ontem, precisamente ele calculou todos os riscos possíveis, que você correria neste dia, sem a intervenção dele em sua vida.
Pensou em que circunstâncias Ele teria que atuar a seu favor e através de você, com a legítima vontade de lhe abençoar.
Programou sua agenda de forma que seus sonhos se realizassem e suas expectativas fossem atingidas. Porém, observou que partes do dia ,várias vezes, (onde lhe deu liberdade de ação )você teve oportunidade de pedir ajuda e não o fez...e então conclui que por mais bem ele o fizesse e por mais bênçãos o desse, ainda assim,partes de suas escolhas seriam sem consultá-lo. Que pena! Sofrimentos poderiam ter sido evitados, dores não sentidas, frustrações não ocorridas e derrotas não vivenciadas. Porém, só assim você entendeu, já no finalzinho do dia, que era mais sensato e inteligente e bem menos dolorido, ter dito: Pai, me ajude... Mas amanhã é outro dia e tudo pode ser diferente. Já é tarde, Ele continua a te proteger e esperar a tua manifestação de filho. Seja sensato e não vá pra cama sem falar com Deus .Uma oração por menor que seja, poderá fazer uma grande diferença em sua vida.
"Que Ele cresça e que você diminua..."
(parafraseando- João Batista)
Deus te abençoe!
Pela cruz de Cristo,Maristela Guimarães.