O amor que a nenhum outro amor eu posso comparar...

2014-12-07 002

Eu tinha fome de amor...

De um amor que nunca me deixasse sozinha. De um amor que nunca me abandonasse. De um amor que nunca falhasse comigo. Eu tinha fome de amor... de um amor que me cuidasse como a mais querida e preciosa. Como a mais importante e única. Como a mais delicada e insegura.

Eu tinha fome de amor...

De um amor que não tirasse os olhos de mim. Que não me deixasse em segundo plano e que entendesse a minha carência de afeto e de ternura. 

Eu tinha fome de um amor maior... de um amor mais abrangente, mais intenso, mais verdadeiro.

Quando eu desisti de encontrar um amor perfeito... eu encontrei o mais puro e perfeito amor: Jesus.

Acordei sentindo vontade de cantar...

Quero teu amor
Para entender que as flores nunca vão nascer
Sem que exista uma semente para oferecer
Sua própria vida em troca... por amor.
Quero teu amor
Para ver além do que meus olhos podem ver
Que a resposta sempre chega no amanhecer
E a noite nos prepara para receber

Teu amor, Jesus
Que a nenhum outro amor eu posso comparar
É que faz a minha alma te glorificar
Quando já não tenho forças para caminhar
Esse amor sem fim
Vai comigo a qualquer lugar que eu possa estar
Me guardando, me livrando, me fazendo amar
Eu não vivo, Jesus, sem teu amor. ( Sérgio Lopes – cantor e compositor)

E eu não vivo sem meu Jesus... Obrigada, Jesus.

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

O agir de Lapidote...