Um vaso restaurado...


 A restauração é algo extraordinário! Fico impressionada com o efeito de algo restaurado...   Você olha e pensa no que pode ser feito de "novo" a partir dele. Trabalha-se naquele potencial enxergado e de repente, para sua surpresa, eis que algo, belo e repaginado aparece. Aconteceu com minha humilde poltrona... nesta tarde de sábado. Pensei e fiz. E aí surgiu o esclarecimento: Deus age em nós dessa forma!   

Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras.
E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas,
Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer.

Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:
Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.
(Jeremias 18:2-6) 

"Você pode ser lamentável ou poderosa, mas não pode ser ambas. Escolha o que quer ser!" Ouvi essa frase da boca de uma pregadora a respeito da autopiedade que a atormentava, até ouvir de Deus esse ultimato. Ela precisava de uma restauração... violentada sexualmente, por 15 anos, pelo pai, não via alegria, esperança e salvação para sua vida.  Era cristã porém, centrada em si mesma e na sua dor. Ela precisava ser restaurada! E felizmente, se tornou poderosa em Deus. Estou falando de Joyce Meyer... uma mulher encantadora!

Ah, o que Deus pode fazer com alguém que entende ser vaso, barro e se deixa moldar, restaurar pelo oleiro... é algo realmente fantástico.  

No texto que lemos, o vaso enquanto estava sendo feito, se quebrou na mão do oleiro... não era uma obra acabada. E antes que ele o terminasse, já havia se quebrado. Ei, você e eu somos um vaso não acabado. Estamos sendo construídos... durante o processo, podemos nos quebrar. Caso aconteça, há, restauração! Quem nos restaura é o próprio oleiro! E a restauração é total... o texto diz que o oleiro fez outro, do jeito que achou conveniente. Veja bem, ele não remendou, colou e tentou endireitar. Ele fez outro. Cada vez que nos quebrarmos nas mãos de Deus,  Ele nos fará outra vez, de uma forma nova, como lhe parecer conveniente! 

Somos um vaso ... E quando Ele terminar, nós seremos como Ele quer! Um vaso novo para a honra dele. 

E se eu fiquei feliz com minha poltrona nova... imagine Deus, com um cristão restaurado?

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

Dois principais erros na vida cristã...