Ideias próprias de como agir... mata a comunhão com Deus.

comunhão

O rei Saul foi rejeitado por Deus não porque roubasse, mas porque poupou o que havia de melhor entre os bois e ovelhas para sacrificá-los ao Senhor. Foi algo que brotou de sua mente... Deus o mandou fazer uma coisa e ele fez outra. não seguir as instruções de Deus foi um erro enorme.  “Então o Senhor falou a Samuel:

"Arrependo-me de ter constituído a Saul rei, pois ele me abandonou e não seguiu as minhas instruções". 

Desobedeceu e perdeu... Saul tinha um espírito insubordinado... resistente à obediência. Não era esse espírito que prevalecia em Caim? Abel fez tudo de acordo com o costume. Já Caim, não... e foi rejeitado. Que foi o mesmo espírito de Adão... Deus deu uma instrução e ele desobedeceu. Não importa se a instrução é abandonar algo, aguardar o tempo dele, fazer alguma coisa ou não fazer nada... matar ou deixar vivo. Deus mandou, faça... Deus não mandou, não faça! Se Ele não deu instrução nenhuma a respeito de algo, cabe entrar na presença dele e pedir sua orientação, expor as ideias... É assim, nas instruções ligadas diretamente ao reino e nas instruções aos assuntos de ordem pessoal... O que Deus instruir é o que tem que ser feito. Custe o que custar!!! Ideias próprias de como servir a Deus não gera adoração, pelo contrário, mata a comunhão. A “obediência é melhor que sacrifício” essa foi a lição dada por Deus a Saul. Deus não precisa de nossa opinião... ele exige nossa obediência. Saul poupou também os Amalequitas... e acabou sendo morto por um. Colheu o que plantou. Trágico fim. As instruções de Deus são sábias e acertadas. Confie nelas...

 Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

O agir de Lapidote...