Feliz, depois de esmagado! Li, gostei, compartilhei....

1005201_593653307323817_1573108289_n

Embora o que pareça ser a visão natural ou a perspectiva óbvia após uma experiência de esmagamento ou de sofrimento intenso, seja a depressão, encontramos, na história de Davi, que foi rei em Israel, uma oração na qual ensejou trafegar na contra mão do senso comum:

Faze-me ouvir outra vez os sons de alegria e de felicidade; e, ainda que tenhas me esmagado e quebrado, eu serei feliz de novo.”(Sl 51.8).

Convenhamos que é esperança demais para quem se declara tão quebrado e, portanto, fragilizado. Não é comum que nutramos tal carga de expectativa positiva depois de passar por uma situação que possa ser nominada de esmagamento.

No entanto, Davi reconhece que o deserto emocional e espiritual que se desdobrou na sua compressão, teve origem na pessoa de Deus. Isso mesmo, Deus o aniquilou, o reduziu a escombro humano, quando lhe trouxe ao coração a consciência de seu pecado. Porém, exatamente por ter sido Deus o agente de seu esmagamento, foi que Davi passou a alimentar, por isso orou, a esperança de ser “feliz de novo”.

Incrível como tantos que sofrem, fracassam ou padecem, recebem de outros palavras de desestímulo ou de desencorajamento; como se o fato de terem fracassado os condenasse à infelicidade perene. Terrível como tantos não medem as palavras e, ao mesmo tempo, acusam, julgam, condenam, sentenciam e aplicam, com atos e gestos preconceituosos, humana e espiritualmente equivocados, a pena naqueles que, quebrados, tentam recomeçar a vida. Incrível como, em tantos caso, o maior obstáculo para o soerguimento de muitos não é o pecado que cometeram, tão pouco a agudez do achaque que sofreram, mas sim as atitudes daqueles que, desprovidos de amor, perdão e misericórdia, os cercam.

A oração de Davi enche, no entretanto, de esperança e ânimo, pessoas comuns, como eu e você, que experimentando compressões por experiências de agudo sofrimento, de matizes as mais diversas, tentam reiniciar a vida. Ao mesmo tempo, essa oração aponta para o que precisam recomeçar, que é orando e buscando força em Deus que o novo horizonte começa a se descortinar e a mudança de cenário a ser avistada.

Com Deus, é possível ser feliz de novo!
Mesmo depois do esmagamento!

BOA NOITE!
Lécio Dornas ( Pastor, colunista do site Prazer da Palavra)

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

O agir de Lapidote...