O QUE NÃO HAVIA NA IGREJA PRIMITIVA...

13811991061967164130

“ELES PERSEVERAVAM NA DOUTRINA DOS APÓSTOLOS, NA COMUNHÃO, NO PARTIR DO PÃO E NAS ORAÇÕES.”            ATOS 2.42

 

Não havia na igreja primitiva estruturas de organização secular e nem política eclesiástica; não havia gurus de autoridade nem “presidentes” do que quer que fosse; não havia abuso de poder por parte de fanáticos controladores; não havia manobras de interesse pessoal nem rivalidades; não havia desentendimentos por causa das finanças nem elaboração de estratégias para “ garantir nosso espaço” contra a concorrência. Em vez disso havia um lugar onde a ênfase espiritual precedia o jeito mundano de fazer as coisas. Aplaudo as palavras do falecido Richard C. Haverson, ex-capelão do senado dos EUA:

No início a igreja era uma comunidade de homens e mulheres centradas no Cristo vivo. Então, a igreja mudou-se para a Grécia, onde se tornou uma filosofia. Em seguida, mudou-se para Roma, onde se tornou uma instituição. Depois, mudou-se para a Europa, onde se tornou uma cultura. Por fim, mudou-se para o continente americano, onde se tornou uma empresa.

Daí, a pergunta de John Piper: Existe um modo de ser um vaso de barro profissional? Como é possível carregar uma cruz de modo profissional?

“O mundo está à espera de uma voz legítima, a voz de Deus; não um eco do que outros estão dizendo e fazendo, mas uma voz autêntica.” A.W.Tozer

Citações do livro - A Igreja desviada- Charles Swindoll

Pela cruz de Cristo, Maristela Guimarães

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO DEUS NOS LEVA PARA O DESERTO...

Passemos para o outro lado... mudança de nível.

O agir de Lapidote...